Diagnóstico e Estadiamento do Câncer de Ovário Epitelial

Se houver suspeita de câncer de ovário, o médico deve avaliar a história da paciente, o exame físico e pode solicitar exames que o auxiliem no diagnóstico como:

  • Medida no sangue do marcador tumoral CA-125:  mede o nível da proteína CA-125 no sangue, que pode sinalizar a presença de células cancerígenas de ovário. No entanto, os níveis anormais podem também ser devido a outras condições.
  • Ultrassom transvaginal: em geral é o primeiro exame realizado. Pode ajudar a visualizar o tamanho dos ovários e quaisquer características suspeitas.
  • Tomografia computadorizada de abdome e pelve: ajuda o médico a determinar a localização, o tamanho do tumor, bem como revelar se outros órgãos estão afetados ou se os gânglios linfáticos estão aumentados.
  • Ressonância nuclear magnética de abdome e pelve: pode ser usada em combinação com outros testes como parte do processo de avaliação diagnóstica e pode ser útil quando o ultrassom ou tomografia são inconclusivos.
  • Tomografia por emissão de pósitrons (PET / CT): esta tecnologia às vezes é usada para ajudar no diagnóstico e avaliar se o câncer se espalhou para outros órgãos.
  • Raio-X ou tomografia de tórax: pode ajudar a determinar se o câncer se espalhou para os pulmões.
  • Teste genético: se o câncer de ovário for diagnosticado, o teste genético deve ser recomendado para determinar se uma paciente herdou genes e se tem mutações genéticas ligadas ao câncer de ovário.
  • Esta é um a informação importante para a paciente (do ponto de vista de tratamento) e seus familiares, que se apresentarem mutações genéticas devem ser acompanhados e submetidos aconselhamento genético familiar.

A melhor maneira de diagnosticar o câncer de ovário com certeza é por meio de cirurgia. Em alguns casos em que a cirurgia não é possível, é necessário um procedimento que faça a remoção de tecido com uma agulha, chamado de biópsia.

Após o diagnóstico, é possível avaliar o grau de disseminação da doença que é chamado de estadiamento. Existem quatro estágios de câncer de ovário, variando do estágio I (doença inicial) ao estágio IV (doença avançada).

Estágio 1 – O câncer de ovário está apenas nos ovários.

Estágio 2 – O câncer cresceu fora dos ovários e está crescendo dentro da pelve.

Estágio 3 – O câncer espalhou para fora da pelve, na cavidade abdominal ou nos linfonodos.

Estágio 4 – O câncer se espalhou para outros órgãos do corpo a alguma distância dos ovários, como o fígado ou os pulmões.

Inscreva-se em nossa newsletter

Fique por dentro de todas as notícias e novidades do portal EVA

Compartilhe esse conteúdo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Conteúdo Relacionado