O que é e tipos de Câncer de Vagina

Tipos de câncer de vagina

Os principais tipos de câncer de vagina são:

  • Carcinoma de células escamosas. O carcinoma de células escamosas da vagina se desenvolvem nas células que revestem a vagina, mais frequentemente na área mais próxima ao colo do útero, sendo o tipo mais comum representando cerca de 85% dos cânceres vaginais. Muitas vezes associado a infecção pelo vírus papiloma humano(ou HPV), assim como os tumores de colo de útero.
  • Adenocarcinoma. O adenocarcinoma começa no tecido da glândula vaginal. Constitui cerca de 5% a 10% dos cânceres vaginais.
  • Adenocarcinoma de células claras. Ocorre mais frequentemente em mulheres cujas mães tomaram o medicamento dietilestilbestrol (DES) durante a gravidez.
  • Melanoma. Embora seja raro, o melanoma pode começar na vagina. O melanoma geralmente aparece como uma lesão de cor escura com bordas irregulares.
  • Sarcomas. Existem vários tipos desses tumores raros que podem surgir na vagina. Pode aparecer durante a infância.
  • Metástases de tumores de outros órgãos. Frequentemente os tumores malignos de vagina são metástases de tumores que nasceram em outros órgãos.

Epidemiologia, Fatores de Risco e Prevenção do câncer de vagina

O câncer vagina é um câncer incomum do sistema reprodutor feminino e ocorre mais frequentemente em mulheres ao redor dos 60 anos, mas pode ocorrer em qualquer idade.

Dentre os principais fatores de risco para o câncer de vagina temos:

  • Papilomavírus humano (HPV). É um vírus transmitido por via sexual, e alguns tipos (cepas) de HPV estão relacionados a aparecimento de câncer de colo de útero, vulva e vagina. Existem vacinas disponíveis para proteção de algumas cepas de HPV, entre elas as cepas mais frequentemente associadas a câncer. Por se tratar de um vírus transmitido por via sexual, outros fatores de risco podem ser associados ao desenvolvimento dessa neoplasia como múltiplos parceiros sexuais e início precoce da atividade sexual.
  • Fumar. Fumar tabaco pode aumentar o risco de uma mulher desenvolver câncer vaginal.
  • Câncer cervical. Mulheres que tiveram câncer do colo do útero ou condições pré-cancerosas do colo do útero têm um risco aumentado de câncer vaginal. Os fatores de risco para essas duas neoplasias são os mesmos.
  • Dietilestilbestrol (DES). Mulheres cujas mães tomaram este medicamento, que é um hormônio, durante a gravidez têm um risco aumentado de adenocarcinoma de células claras da vagina. Essa neoplasia é mais comum em mulheres mais jovens, ao redor dos 20 anos.

Formas de prevenção incluem:

  • Vacinação contra HPV.
  • Exames ginecológicos regulares, com realização de papanicolaou.
  • Evitar tabagismo.

Inscreva-se em nossa newsletter

Fique por dentro de todas as notícias e novidades do portal EVA

Compartilhe esse conteúdo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Conteúdo Relacionado

Vaginal

Tratamento do Câncer de Vagina

Quais as opções de tratamento? O tratamento do câncer de vagina pode incluir cirurgia, radioterapia e/ou quimioterapia, a depender da extensão da doença inicial (estadiamento)